Vai ficar tudo bem

Esse post é só pra dizer que vai ficar tudo bem. A gente fica tão preocupado com todas as tarefas a serem resolvidas em pouco tempo que esquecemos até mesmo da nossa saúde mental.

Não é sobre não se preocupar, mas ter uma visão do quadro como um todo. Quando a gente tem uma noção da grandeza dos nossos problemas, podemos atacá-los da melhor maneira possível e, assim, sobreviver a mais um dilema de nossas vidas.

Não adianta a gente ficar reclamando da vida pras pessoas e não fazer nada a respeito. Sabe quando encontramos alguém na rua e acabamos contando tudo o que está acontecendo? Na maioria das vezes a gente acaba contando as coisas ruins. É como um oposto das redes sociais.

O facebook e o instagram mostram a gente feliz, viajando, comendo, lendo, entre outras coisas e, na rua, contamos tudo de ruim que tem acontecido ultimamente. É uma dualidade que, muitas vezes acaba deixando a gente mais triste ainda. Não que seja pra gente parar de postar os momentos bons nas redes sociais ou parar de contar as coisas ruins na fila do supermercado.

É compreender que as redes sociais não são a vida real e sim ambientes virtuais de envolvimento social. Tampouco a fila do supermercado exprime a sua vida como um todo. A gente simplesmente escolhe o que as pessoas vão ver ou saber, assim como os jornais e as revistas.

E conforme a gente vai ficando mais velho, o nível de complexidade dos problemas vão aumentando. Não quer dizer que a vida está ficando cada vez pior. Quer dizer que a gente precisa decidir se vale a pena continuar resolvendo essas complexidades ou se devemos partir para outros caminhos que tragam problemas diferentes de complexidades diferentes. Uma coisa é certa: os problemas continuarão a aparecer, quer você queira, quer não.

E quando eles vierem, a primeira coisa que temos que fazer é pensar: “Ei! Você já passou por outras dificuldades antes, você é capaz de resolver essa também!”. A segunda é ter uma visão do problema como um todo e atacar seu ponto fraco.

Lembre-se: não existe situação que te cause nervosismo ou estresse que valha a pena adquirir uma úlcera no estômago. Vai ficar tudo bem.

Obrigado por ler até aqui.

 

 

Anúncios

Concorda, discorda ou está só olhando? Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s