Vai ficar tudo bem

Esse post é só pra dizer que vai ficar tudo bem. A gente fica tão preocupado com todas as tarefas a serem resolvidas em pouco tempo que esquecemos até mesmo da nossa saúde mental.

Não é sobre não se preocupar, mas ter uma visão do quadro como um todo. Quando a gente tem uma noção da grandeza dos nossos problemas, podemos atacá-los da melhor maneira possível e, assim, sobreviver a mais um dilema de nossas vidas.

Não adianta a gente ficar reclamando da vida pras pessoas e não fazer nada a respeito. Sabe quando encontramos alguém na rua e acabamos contando tudo o que está acontecendo? Na maioria das vezes a gente acaba contando as coisas ruins. É como um oposto das redes sociais.

O facebook e o instagram mostram a gente feliz, viajando, comendo, lendo, entre outras coisas e, na rua, contamos tudo de ruim que tem acontecido ultimamente. É uma dualidade que, muitas vezes acaba deixando a gente mais triste ainda. Não que seja pra gente parar de postar os momentos bons nas redes sociais ou parar de contar as coisas ruins na fila do supermercado.

É compreender que as redes sociais não são a vida real e sim ambientes virtuais de envolvimento social. Tampouco a fila do supermercado exprime a sua vida como um todo. A gente simplesmente escolhe o que as pessoas vão ver ou saber, assim como os jornais e as revistas.

E conforme a gente vai ficando mais velho, o nível de complexidade dos problemas vão aumentando. Não quer dizer que a vida está ficando cada vez pior. Quer dizer que a gente precisa decidir se vale a pena continuar resolvendo essas complexidades ou se devemos partir para outros caminhos que tragam problemas diferentes de complexidades diferentes. Uma coisa é certa: os problemas continuarão a aparecer, quer você queira, quer não.

E quando eles vierem, a primeira coisa que temos que fazer é pensar: “Ei! Você já passou por outras dificuldades antes, você é capaz de resolver essa também!”. A segunda é ter uma visão do problema como um todo e atacar seu ponto fraco.

Lembre-se: não existe situação que te cause nervosismo ou estresse que valha a pena adquirir uma úlcera no estômago. Vai ficar tudo bem.

Obrigado por ler até aqui.

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Vai ficar tudo bem

Concorda, discorda ou está só olhando? Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s