Excertos inacabados

Chega uma época do ano em que a gente começa a espalhar bondade e desejar boas vibrações para o ano seguinte. Dezembro traz isso pra vida das pessoas e elas sentem uma necessidade chamada espírito natalino que serve pra compensar tudo que elas fizeram de ruim ou não fizeram durante o ano todo. E aí começam os textos reflexivos desejando tudo de bom para as outras pessoas e que o ano seguinte possa ser melhor. Continuar lendo

Hoje não.

Hoje eu ia escrever um texto sobe procrastinação, mas eu falhei miseravelmente. O meu dia falhou miseravelmente comigo, ou foi o inverso, ou foi recíproco, ainda não sei direito. Mas o dia foi todo baseado em falhar. Ou desistir. Ou os dois. Contudo, antes de contar sobre como o dia de hoje foi uma falha miserável e cheio de desistências, eu preciso fazer uma propaganda gratuita de uma barra de chocolate com caju e passas que comprei hoje de manhã. Continuar lendo

Não dobrar a meta

Você consegue se lembrar de um ano inteiro? Consegue, em uma roda de amigos, se lembrar de tudo o que vocês fizeram juntos em um ano específico? Poucos conseguem ter essas lembranças guardadas, eu não sou um deles.

Continuar lendo

A culpa é das segundas-feiras

 

Certas vezes vivemos na esperança de que tudo pode mudar e que dessa vez será diferente. Mas nos falta um impulso que não temos ideia de onde deve vir. É assim com as dietas, sempre esperamos para começar na segunda-feira, esse é o impulso que falta. A segunda acaba e, com ela, nosso fôlego. Deve ser por isso que, para muitos, a segunda é o pior dia da semana. Continuar lendo